Maranhão evita comentar denúncias contra Vital e Vené

Maranhão evita comentar denúncias contra Vital e Vené

O senador José Maranhão (PMDB) disse, nesta quinta-feira (30), desconhecer as denúncias do ex-tesoureiro da Prefeitura Municipal de Campina Grande, Rennan Trajano Farias, de que mais de R$ 10 milhões, de contratos com construtora JGR, teriam sido desviados em 2010, na gestão de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). Segundo Rennan, o dinheiro teria sido entregue ao ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo, então candidato a senador pela Paraíba.

“Eu estou há mais de uma semana fora do Estado, estou em retiro na minha fazenda [no Tocantins] não tenho conhecimento disto. Pelo que sei de Vital e Veneziano esta história não tem procedência”, disse Maranhão.

Sobre as especulações de que Veneziano estaria insatisfeito no PMDB e irá deixar o partido, Maranhão disse também não ter conhecimento da informação.

“Não tenho conhecimento desta informação. Conversei com o tesoureiro do partido e ele também não tem esta informação. Isso não existe, é invenção, se tivesse algum fundamento Veneziano já teria conversado comigo”, afirmou.

 

 

 

 

MaisPB