Maranhão classifica como golpe redução de bancada e evita falar de infidelidade

 Maranhão classifica como golpe redução de bancada e evita falar de infidelidade

O ex-governador e presidente do PMDB na Paraíba, José Maranhão, classificou como golpe a deicsão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de reduzir as bancadas federal e estudual da Paraíba. De acordo com decisão, a Paraíba perderá dois deputados federais, ficando com 10 e seis estaduais que reduzirá o número de deputados estaduais para 30.

Para Maranhão, a atual representação da Paraíba já é desfavorável em relação a outros estados e com a nova formação perde ainda mais representantividade.

Sobre o prejuízo para o PMDB, Maranhão acredita que todos os partidoso saírão perdendo com a decisão, mas o maior prejudicado é o Estado.

Maranhão evitou falar sobre uma das pautas do encontro do PMDB que acontece na próxima sexta. A fidelidade partidária, o que implica em falar sobre sua irmã e sua sobrinha, Wilma e Olenka, já que elas devem seguir a decisão de Benjamim Maranhão de apoiar Cássio Cunha Lima. 

Da redação
WSCOM Online