Mão a palmatória: Dilma admite eventuais falhas em seu primeiro mandato

Mão a palmatória: Dilma admite eventuais falhas em seu primeiro mandato
Erros que a presidente Dilma Rousseff admitiu na mensagem de 7 de Setembro são a base da perda do grau de investimento do Brasil. Dois dias após o pronunciamento, a agência de classificação de risco Standard and Poor’s (S&P) tirou o selo de bom pagador do país, decisão que asseverou a instabilidade política e econômica.
 
– Se cometemos erros, e isso é possível, vamos superá-los e seguir em frente – disse a presidente no vídeo distribuído em redes sociais do governo.

 

Apesar do mea culpa, Dilma evita apontar falhas. Apenas reconhece que demorou a perceber a situação e que pode ter errado na “dosagem” das medidas adotadas para preservar emprego e renda, a “política anticíclica”. Contudo, Planalto e equipe econômica têm o diagnóstico.

 

 

 

 

Zero Hora