Manoel Jr. quer aliança com o PSDB no 1° turno em JP e defende que PMDB saia da base de Dilma

Manoel Jr. quer aliança com o PSDB no 1° turno em JP e defende que PMDB saia da base de Dilma

O presidente do PMDB de João Pessoa e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, comentou após reunião com pré-candidatos a vereador pelo partido, nesta segunda-feira (28), que após o PSDB abandonar a postulação de candidatura própria na Capital, o PMDB tem procurado estreitar conversas. Ele destacou ainda que o partido vai se reunir ainda hoje para definir a posição se continua ou não na base da presidenta Dilma Rousseff (PT).

“O PSDB tinha condições sobejas de ter candidatura própria,  mas o partido decidiu fazer alianças. Intensificamos as conversas com o senador Cássio Cunha Lima, o ex-senador Cícero Lucena, o presidente do partido na Paraíba, Ruy Carneiro, além de vereadores de João Pessoa e deputados estaduais, procurando estreitar as conversas e afunilar para uma aliança já no primeiro turno”, disse.

A respeito da postura do partido em relação ao apoio ao governo federal, o deputado afirmou que haverá uma reunião ainda nesta segunda-feira (28) com os senadores paraibanos, bancada federal e membros do diretório nacional da Paraíba para tomar uma posição que o presidente estadual, José Maranhão irá anunciar.

“Nesse instante não temos mais clima para nos manter na base do governo. O PMDB já fez de tudo, desde o ano passado propugnamos pelo apoio ao governo, votamos matérias difíceis como a do ajuste fiscal, mas a tendência é o que temos escutado das bases é justamente o PMDB se afastar da base do governo”, disse.

Manoel afirmou que não pode falar sobre o PMDB nacional [a decisão será anunciada nesta terça-feira (29)], mas “essa será minha opinião na reunião de logo mais”, concluiu.

 


Marília Domingues / Fernando Braz / Adelton Alves