Manoel Jr. e Hugo Motta depõem na próxima semana como testemunhas indicadas por Cunha

Manoel Jr. e Hugo Motta depõem na próxima semana como testemunhas indicadas por Cunha

O deputados federais da Paraíba Manoel Júnior (PMDB) e Hugo Motta (PMDB) depõem como testemunhas indicadas pelo ex-presidente da Câmara, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na próxima semana. Cunha responde a ação penal da Operação Lava-Jato e é acusado de exigir e receber ao menos US$ 5 milhões em propina de um contrato do estaleiro Samsung Heavy Industries com a Petrobras.

Cunha arrolou 29 testemunhas, das quais 13 são parlamentares, dentre eles os deputados paraibanos. Manoel Júnior prestará depoimento na próxima terça-feira (30), às 15h30. Já Hugo Motta testemunhará na quarta-feira (31), às 15 h.

O Código de Processo Penal (CPP) permite que presidente da República, vice-presidente, parlamentares, ministros de Estado, governadores, secretários de Estado, prefeitos, deputados estaduais e integrantes do Judiciário e dos tribunais de contas sejam ouvidos em “local, dia e hora previamente ajustados entre eles e o juiz”. No caso do presidente da República, vice-presidente e presidentes do Senado, da Câmara e do STF, eles podem optar por prestar o depoimento por escrito.

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), havia sugerido que as testemunhas escolhessem um horário entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. , o senador Edison Lobão (PMDB-RJ) e os deputados Alberto Filho (PMDB-MA) e Felipe Bornier (PROS-RJ) alegaram compromissos já assumidos e pediram para que o depoimento fosse marcado em outubro.

Diante das respostas dos parlamentares, o ministro disse não ser razoável esperar tanto para que prestem depoimento e determinou que eles escolham uma nova data entre os dias 14 e 30 de setembro.

Quanto aos outros dez deputados apontados por Cunha como testemunhas e que indicaram suas preferências entre 30 de agosto e 1º de setembro, Teori marcou as audiências nos horários solicitados. Ele definiu ainda quando serão ouvidas outras sete testemunhas que não são parlamentares. Todos prestarão depoimento no STF.

Veja as datas e horários dos depoimentos já marcados envolvendo deputados:

30 de agosto

– 10h: Pedro Chaves (PMDB-GO)

– 10h30: Marcelo Aro (PHS-MG)

– 15h30: Manoel Junior (PMDB-PB)

– 17h: Carlos Sampaio (PSDB-SP)

31 de agosto

– 11h: Mauro Lopes (PMDB-MG)

– 13h30: Flaviano Melo (PMDB-AC)

– 14h: Washington Reis (PMDB-RJ)

– 14h30: Fernando Jordão (PMDB-RJ)

– 15h: Hugo Motta (PMDB-PB)

1º de setembro

– 11h: Saraiva Felipe (PMDB-MG)

 

 

 

Blog do Gordinho