Manoel Jr diz que eleitor rejeitou imposição de Ricardo

Manoel Jr diz que eleitor rejeitou imposição de Ricardo

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (PMDB), analisou, nesta quarta-feira (27), a retirada da pré-candidatura do secretário estadual de Infraestrutura, João Azevedo (PSB), anunciada na noite de ontem pelo PSB. Manoel disse que respeita a decisão partidária, mas observou que já vinha advertindo que o secretário era apenas um fantoche nas mãos do governador Ricardo Coutinho (PSB)

“É uma decisão partidária, que não podemos comentar. Mas, já havia informado há algum tempo atrás que era uma bucha de canhão, como sempre faz o governador. Ele pretende fazer da Prefeitura um puxadinho do Palácio da Redenção. Então a peça que vai para lá precisa ser comandada. Graças a Deus temos uma cidade que tem uma população e eleitorado, inteligente, qualificado, politizado e estas pessoas não aceitam um gestor que pensa que pode fazer da Prefeitura um apêndice do Palácio da Redenção

Manoel Junior disse também que a retirada de João deve ter ocorrido em decorrência do seu pífio desempenho nas pesquisas. “Os números dele são inferiores aos que o governador imaginava”, afirmou.

O deputado acrescentou que o PMDB continua firme e focado no período de pré-campanha. “PMDB continua no seu rumo, fazendo seminários, já fizemos plenárias. Estamos fazendo um programa de governo exeqüível, sem promessas mirabolantes, só com propostas sérias, limpas, que possam ser executadas na Prefeitura”, afirmou.

 

 

 

 

Cristiano Teixeira – MaisPB