Major Fábio defende fortalecimento da segurança nas fronteiras e Tárcio Teixeira diz que policial precisa ser valorizado

Major Fábio defende fortalecimento da segurança nas fronteiras e Tárcio Teixeira diz que policial precisa ser valorizado

O candidato Major Fábio (PROS) foi questionado pelo presidente  da Comissão de Políticas de Segurança e Drogas da OAB/PB, Deusimar Guedes sobre as estratégias para o combate às drogas e à criminalidade.

O candidato afirmou que a prioridade para o combate às drogas na Paraíba é o fortalecimento da segurança nas fronteiras. “Fronteiras fechadas para o crime. Vamos comprar unidades de monitoramento móvel, scanners, para fazer radiografia em veículos para que, em vinte segundos, tenhamos condição de saber se há drogas ou armas ilegais no veículo”, declarou.

Para ele, a segurança dos policiais também é importante. “Vamos comprar unidades leves blindadas, porque o policial não pode encarar o bandido bem armado sem proteção. Vamos cuidar da segurança do policial. Já temos uma emenda para comprar unidades móveis de monitoramento”, afirmou o candidato.

Ele repassou a mesma pergunta para o candidato do PSOL, Tárcio Teixeira, que destacou a valorização do policial como um dos pontos primordiais para o sucesso da segurança.

“Não é bala e arma que vai resolver a segurança pública. Temos muitos ricos que contam com a segurança privada e temos a segurança dos pobres, que é sucateada. Precisamos valorizar o policial militar, que vai para a rua e corre o risco de tomar um tiro, perder sua vida. Ele corre o risco e perde 40% de seu salário. O pessoal da reserva está tendo que voltar à ativa para manter sua vida”, declarou.

Além disso, ele destacou que é preciso valer o artigo sexto da Constituição Federal. “Quando você tem direitos sociais garantidos, com serviço público de qualidade, saúde, educação, você tem uma redução da violência”, disse.

 


João Thiago