Mais de 91% das urnas eletrônicas na Paraíba já estão prontas para serem usadas

Mais de 91% das urnas eletrônicas na Paraíba já estão prontas para serem usadas

Até o início da manhã desta quinta-feira (29), 91,13%  das urnas eletrônicas que vão ser usadas no pleito deste domingo (02) já estão prontas, de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Isso significa que elas já foram carregadas com os dados dos eleitores que votam em cada seção e dos candidatos que concorrerão no pleito (nome, partido, foto, cargo para o qual concorrem e número). 

Das 11.293 urnas eletrônicas que vão ser usadas no estado nas eleições deste ano, 1.470 são de contingência, isto é, estarão à disposição da Justiça Eleitoral caso algum equipamento precise ser substituído durante o processo de votação. 

Neste ano, serão utilizadas cerca de 550 mil urnas eletrônicas distribuídas nas 457.445 seções eleitorais de todo o país. Desse número, 121 seções são destinadas para o voto de presos provisórios e adolescentes internados.

Procedimento de carga

A carga ou preparação das urnas eletrônicas deve ser feita em sessão pública, com prévia convocação dos fiscais dos partidos e coligações para a assistirem e procederem aos atos de fiscalização. Após a geração de mídias, ocorre o procedimento de carga, que significa transferir para as urnas os dados inseridos nos cartões de memória. As memórias de votação ficam em compartimento lacrado na urna e guardam as informações da votação. Por fim, a memória de resultado é aquela na qual, após o fechamento da seção, é gravado o resultado da votação e enviado para a totalização.

As atividades podem ser acompanhadas por representantes de partidos, coligações, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O processo marca o fechamento do sistema de registro de candidaturas. Segundo a legislação, irão para as urnas os dados dos candidatos com os registros deferidos e também os indeferidos com recurso, pois até a decisão final do processo, estes ainda estão aptos a fazer campanha.

Confira dados das eleições 2016 na Paraíba em números. 

 

Até o início da manhã desta quinta-feira (29), 91,13%  das urnas eletrônicas que vão ser usadas no pleito deste domingo (02) já estão prontas, de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Isso significa que elas já foram carregadas com os dados dos eleitores que votam em cada seção e dos candidatos que concorrerão no pleito (nome, partido, foto, cargo para o qual concorrem e número). 

Das 11.293 urnas eletrônicas que vão ser usadas no estado nas eleições deste ano, 1.470 são de contingência, isto é, estarão à disposição da Justiça Eleitoral caso algum equipamento precise ser substituído durante o processo de votação. 

Neste ano, serão utilizadas cerca de 550 mil urnas eletrônicas distribuídas nas 457.445 seções eleitorais de todo o país. Desse número, 121 seções são destinadas para o voto de presos provisórios e adolescentes internados.

Procedimento de carga

A carga ou preparação das urnas eletrônicas deve ser feita em sessão pública, com prévia convocação dos fiscais dos partidos e coligações para a assistirem e procederem aos atos de fiscalização. Após a geração de mídias, ocorre o procedimento de carga, que significa transferir para as urnas os dados inseridos nos cartões de memória. As memórias de votação ficam em compartimento lacrado na urna e guardam as informações da votação. Por fim, a memória de resultado é aquela na qual, após o fechamento da seção, é gravado o resultado da votação e enviado para a totalização.

As atividades podem ser acompanhadas por representantes de partidos, coligações, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O processo marca o fechamento do sistema de registro de candidaturas. Segundo a legislação, irão para as urnas os dados dos candidatos com os registros deferidos e também os indeferidos com recurso, pois até a decisão final do processo, estes ainda estão aptos a fazer campanha.

Confira dados das eleições 2016 na Paraíba em números. 

 

Click PB