Maioria da bancada do PSD é pró-impeachment, afirma líder

Maioria da bancada do PSD é pró-impeachment, afirma líder

O líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), afirmou nesta quarta-feira (13) que a "ampla maioria" dos deputados da bancada é a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

 A decisão sobre se haverá orientação a favor do processo, na votação em plenário, será anunciada às 19h. A tendência é de que o líder oriente o voto favorável, mas que não haja fechamento de questão (que é quando os deputados podem ser punidos por contrariar a posição oficial da legenda).

A declaração de Rosso ocorreu após reunião com o ministro das Cidades,Gilberto Kassab, presidente da sigla. Inicialmente, o ministro queria liberar o voto da bancada. Mas, segundo apurou o G1, os deputados exigem uma posição mais forte em relação ao impeachment, com orientação formal favorável ao processo.

"Existe uma ampla maioria [a favor do processo]. Claro que existe. Mas o PSD sempre respeita, inclusive, em algumas matérias mesmo tendo minoria, ele respeitou nos encaminhamentos de votação, mesmo com posição partidária. O PSD hoje, repito, já tem ampla maioria de votos a favor do impeachment", disse Rosso.

O líder do PSD destacou que o ministro Gilberto Kassab respeitará a decisão da bancada, caso seja favorável ao processo de impeachment. “Tudo o que acontece com a bancada o ministro sempre delegou. O gesto do ministro foi claro, a decisão de vocês será respeitada.”

Rosso não quis, porém, adiantar se haverá entrega de cargos no governo, caso o PSD oriente o voto a favor do impeachment. 

“Aqui eu só posso tratar sobre o posicionamento do partido. Sobre as questões do próprio ministro e do partido, não”, afirmou.

 

 

 

G1