Maia afirma que resolverá problemas com Galdino internamente

Maia afirma que resolverá problemas com Galdino internamente

O chefe de Gabinete do Governador e presidente municipal do PSB em Campina Grande, Fábio Maia (PSB), minimizou as críticas do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), que, no último domingo (26), o acusou de perseguir e dominar as nomeações de prestadores de serviço no Governo do Estado na cidade.

“Eu sinceramente prefiro tratar disso de forma interna, não vou dar declarações”, concluiu. As declaração de Maia, que vem evitando contato com a imprensa após as críticas de Galdino, foi feita em uma Feira de Turismo, na noite de ontem.

Na manhã desta terça-feira (28), durante pronunciamento na ALPB, Galdino ratificou suas criticas ao chefe de gabinete, mas ressaltou que as queixas se referem “a um membro do governo e não ao governo”. Segundo ele, Maia tem usado e abusado do cargo que ocupa para fazer pressão e promover demissões e troca de prestadores de serviço e cargos comissionados.

De acordo com o Adriano Galdino, outras lideranças de Campina também lhe relataram as mesmas queixas pelo tratamento dispensado por Maia. Galdino chegou a nominar os ‘queixosos’ e disse que toda a base governista em Campina Grande se sente alijada com a divisão de cargos na cidade. “O deputado Doda de Tião, o deputado Inácio Falcão, o deputado Veneziano, o filho do deputado Damião, Renato Feliciano, o vereador Murilo Galdino, todos me relataram as mesmas queixas, a reclamação é unânime e toda a base de Campina se sente alijada da divisão dos cargos”, afirmou.

 

 

 

MaisPB