Lula manda PT apoiar Sarney no Amapá

 Lula manda PT apoiar Sarney no Amapá

Por ordem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e em nome da aliança com o senador José Sarney (PMDB-AP), a direção nacional do PT vai intervir na decisão do diretório estadual do partido no Amapá que, em encontro realizado no sábado, decidiu apoiar a reeleição do governador Camilo Capiberibe (PSB).

De acordo com um alto dirigente petista, Sarney comunicou a Lula que vai encarar mais uma disputa eleitoral e o ex-presidente se comprometeu a fazer campanha para o senador caso a candidatura se concretize.

O apoio a Capiberibe seria a única aliança regional entre o PT e o partido do presidenciável Eduardo Campos (PSB) nas eleições deste ano, mas ontem o ex-governador Waldez Góes (PDT), apoiado por Sarney, esteve na sede nacional do PT em São Paulo para pedir o apoio da sigla à sua candidatura.

Segundo integrantes da direção petista, Góes, que governou o Amapá de 2003 a 2010 - quando chegou a ser preso com sua esposa, Marília Xavier, na Operação Mãos Limpas da Polícia Federal - saiu da sede do PT com a promessa de apoio.

A única dúvida é se o PT-AP vai recuar por conta própria ou se a direção nacional será obrigada a fazer uma intervenção. "Agora é ver o que o PT nacional vai orientar", admitiu o presidente do PT-AP, Joel Banha.

O principal objetivo do partido no Estado seria eleger a vice-governadora, Dora Nascimento (PT) para o Senado. Sarney ainda não anunciou se vai concorrer mais uma vez ao Senado ou se aposentar. Petistas desconfiam que ele pode estar guardando a vaga para o ex-senador Gilvan Borges (PMDB-AP). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


UOL