Lula é ouvido pela polícia sobre escândalo do mensalão

Lula é ouvido pela polícia sobre escândalo do mensalão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento à Polícia Federal, em Brasília, sobre as investigações do escândalo do mensalão. O encontro de Lula com os polícias foi em condição de testemunha e ocorreu na última terça-feira. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Lula aproveitou compromissos na capital federal e atendeu aos pedidos da PF, que tenta ouvi-lo desde fevereiro. A assessoria do ex-presidente, porém, não informou sobre o compromisso.

De acordo com o jornal, Lula não relatou grandes novidades. Em setembro deste ano, foi divulgado que Polícia Federal tentava, desde fevereiro, colher declarações do ex-presidente. Na ocasião, Lula negou ter recebido qualquer convite nesse sentido.

"Não sei como vocês ficam sabendo de uma notificação que eu não recebi. Não sei se é o editor, o redator, sinceramente não sei", afirmou ele à época ao jornal Folha de S. Paulo, prontificando-se a ajudar caso fosse chamado.

A convocação de Lula ocorreu após novos depoimentos dados pelo operador do mensalão Marcos Valério em 2012, que motivaram a abertura de ao menos dois inquéritos adicionais sobre o caso. O empresário teria dito que Lula sabia da existência do esquema e que teria se beneficiado pessoalmente dele.

Marcos Valério continua detido em Minas Gerais, onde cumpre sua pena, de mais de 37 anos de prisão. Os dois inquéritos policiais sobre o caso tramitam em Brasília e em Minas Gerais.

Terra