Lula diz que indiciamento no caso do tríplex é “factóide” contra 2018

Lula diz que indiciamento no caso do tríplex é “factóide” contra 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira, 26, a senadores do PT que o seu indiciamento pela Polícia Federal, às vésperas do julgamento do impeachment de sua sucessora, Dilma Rousseff, tem objetivos exclusivamente políticos. Na avaliação de Lula, trata-se de mais um “factoide”, na tentativa de impedir sua candidatura à eleição presidencial de 2018.

“Podem trazer os maiores investigadores do mundo aqui que não vão provar que esse apartamento é meu”, afirmou o ex-presidente, de acordo com relato de dois senadores do PT. Lula e sua mulher, Marisa, foram indiciados pela Polícia Federal sob suspeita de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no inquérito que investiga a propriedade do tríplex no Condomínio Solaris, no Guarujá. É o primeiro indiciamento de Lula na Operação Lava Jato.

Para o delegado Márcio Adriano Anselmo, o ex-presidente e Marisa receberam vantagens ilícitas, por parte da empreiteira OAS, “em valores que alcançaram R$ 2,4 milhões”, referentes à reforma do apartamento no Guarujá e ao custeio de “armazenamento de bens do casal”.

 

 

UOL