Lula cogita desistir de Casa Civil para ser articulador de Dilma

Lula cogita desistir de Casa Civil para ser articulador de Dilma

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne na noite desta segunda-feira (21) com a presidente Dilma Rousseff para definir a situação do líder petista.

Em conversas, Lula admite a hipótese de renunciar ao Ministério da Casa Civil, cargo que nem sequer ocupou, para atuar como articulador informal.

A definição dependerá de decisões da Justiça sobre a legitimidade de sua nomeação.

O ex-presidente foi escalado por Dilma para exercer informalmente a partir desta segunda a articulação política do Palácio do Planalto, função típica do chefe da Casa Civil.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Edson Fachin será o relator do pedido da defesa de Lula para anular a decisão de Gilmar Mendes. Este devolveu as investigações contra o petista para o juiz Sergio Moro.

O habeas corpus apresentado pelos advogados de Lula foi direcionado ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, mas, pelas regras do tribunal, esse tipo de ação só é julgada pelo presidente no recesso do Judiciário.

Com receio de que Moro possa deflagrar uma nova ação contra Lula, a defesa tenta anular a decisão do ministro Gilmar Mendes que, ao suspender a posse do ex-presidente como ministro da Casa Civil e determinou que as investigações do petista ficassem a cargo da Justiça no Paraná.

Lula embarca na tarde desta segunda para Brasília.

 

 

 

 

Folha de São Paulo