Luiz Couto pede ao Cade que investigue cartel de combustíveis na PB

Luiz Couto pede ao Cade que investigue cartel de combustíveis na PB

O deputado federal Luiz Couto (PT) encaminhou este mês um ofício ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) solicitando que sejam apuradas denúncias de cartelização no segmento dos postos de combustíveis na Grande João Pessoa.

No documento, o parlamentar explica ter recebido várias reclamações de cidadãos revoltados com a majoração de preços da gasolina e do álcool, especialmente e sugere que seja aberto um procedimento investigatório para identificar possíveis abusos no setor.

Couto exemplificou que um fato "estranho" foi notado pelos consumidores paraibanos quando do desabastecimento de gasolina verificado no fim do ano passado. À época, o litro do combustível era comercializado a R$ 3,31, mas, pelo falta temporária do produto, ele foi reajustado para R$ 3,59, com a justificativa dos donos de postos de que teriam que enviar caminhões a Recife para garantir o abastecimento. Contudo, em janeiro a oferta foi regularizada, mas os preços da gasolina continuaram os mesmos.

Com a suspeita de práticas anticoncorrenciais, Luiz Couto pediu ao superintendente geral do Cade, Eduardo Frade, que apure os acontecimentos. O deputado do PT se baseou em uma decisão recente do Conselho de intervir em uma rede de postos (Cascol) do Distrito Federal por ter encontrado evidências do reajuste coordenado de preços, prática que pode estar ocorrendo também na Paraíba. 

 

 

 

 

Assessoria