Luiz Couto denuncia irregularidades em inscrições do Fies na Paraíba

Luiz Couto denuncia irregularidades em inscrições do Fies na Paraíba

O deputado Luiz Couto (PT) ocupou a tribuna da Câmara Federal, nessa segunda-feira (7), para denunciar que os alunos da Paraíba estão encontrando dificuldades para se inscreverem no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de pessoas matriculadas em instituições não gratuitas.

"Os estudantes me relataram que sempre que tentam fazer as inscrições aparece um aviso com a numeração 302 acompanhado da frase: Esgotado o limite financeiro da instituição de ensino", contou.

Couto revelou ter sido informado de que no Sertão da Paraíba existe um atravessador que estaria cobrando, o equivalente a três mensalidades, para conseguir inscrever pessoas no Fies para o curso de Direito na cidade de Patos.

"Discentes de lá comentam frequentemente que já se beneficiaram pagando R$ 10 mil para fazerem e obterem sucesso nas inscrições do curso de medicina", destacou.

"E ainda, reclamam que muitas instituições não aderiram ao novo Fies, como por exemplo, as FIP - Faculdades Integradas de Patos. Nota-se a escassez de recurso para atender a demanda, enquanto que nas faculdades onde a adesão voluntária ao novo programa foi efetuada os recursos são abundantes, como é o caso da UNENASSAU/PB e a FACEME-faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande, beneficiadas com o FGEDUC-Fundo Garantidor de Operações de Crédito, que favorece o estudante porque dispensa a exigência do fiador", acrescentou.

Luiz Couto disse que vai levar a denúncia a presidente Dilma Rousseff, ao ministro da Educação, Henrique Paim, e a Polícia Federal para que investiguem esse crime "de tamanha gravidade". "Os alunos esperançosos por um futuro melhor não podem ficar sem ter o direito constitucional à educação", completou.

Assessoria