Lucélio nega ‘pressão’ para PSDB definir se apoiará reeleição de Cartaxo em JP

Lucélio nega ‘pressão’ para PSDB definir se apoiará reeleição de Cartaxo em JP

O presidente do PSD de João Pessoa, Lucélio Cartaxo, negou que as desincompatibilizações de Zeneddy Bezerra (PSD) e Diego Tavares (SD) das secretarias de Articulação Política e Comunicação Social, respectivamente, da gestão municipal teriam o objetivo de pressionar o PSDB a apoiar a reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). O dirigente partidário também descartou a possibilidade de um dos ex-secretários ser indicado a vice.
De acordo com Lucélio Cartaxo, o chefe do executivo municipal decidiu exonerar Zennedy e Diego para não misturar a gestão com campanha política e garantiu que o PSDB será bem recebido se decidir abraçar a campanha do prefeito.
“Respeitamos demais as decisões de cada partido, a agenda interna de cada partido. Temos mantido sim um dialogo com o PSDB, eles são muito bem-vindos à nossa aliança e uma coisa não tem nada a ver com a outra. Cartaxo sempre disse que campanha a gente começa a discutir no segundo semestre e está chegando, foi por isso que os secretários deixaram a gestão para se preocuparem com a coordenação, mas isso não tem nenhuma vinculação com ser escolhido um ou outro como vice da chapa”, explicou.
Lucélio ainda destacou o potencial de Zennedy e Diego Tavares, designados para compor a coordenação de campanha de Luciano Cartaxo, e confirmou que a partir do próximo mês as atividades políticas serão intensificadas.

 

“Já tivemos uma reunião com os partidos da base do prefeito para discutir o programa de governo, é uma missão imensa, com várias atividades que vão precisar de reforço para desempenhar isso da melhor maneira possível. A partir do mês de junho, vamos estar nos reunindo permanentemente. Vamos estar fazendo este trabalho da campanha em horário integral sem ter mais a questão de ter o horário de trabalho separado do trabalho da coordenação da campanha. Vão se dedicar 100% a isso”, finalizou.

 

 

 

 

Blog do Gordinho