Lucélio nega ‘Plano B’ e diz que querem desestabilizar a aliança PT/PSB

Lucélio nega ‘Plano B’ e diz que querem desestabilizar a aliança PT/PSB

O ex-superintendente da CBTU na Paraíba, Lucélio Cartaxo (PT), descartou, nesta segunda-feira (7), um ‘plano B’ para as eleições 2014, como divulgou hoje a coluna do jornalista Heron Cid, do Jornal Correio da Paraíba com informações reproduzidas pelo Portal MaisPB.

O colunista especulou que Cartaxo poderá disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa (ALPB), caso o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) acate pedido da nacional do PT e anule resultado da convenção estadual do partido que aprovou aliança com o PSB. O PT nacional quer composição com o PMDB.

Em nota, Lucélio Cartaxo disse que ficou surpreso com as especulações sobre o seu nome e disse que o objetivo seria para desestabilizar a aliança com o grupo socialista. “Tudo o que vem sendo propagado sobre o assunto não passa de pura especulação eleitoreira, com o único intuito de desestabilizar essa aliança, já nascida vitoriosa em seu propósito”, destacou.

Na manhã desta segunda-feira (07) fui surpreendido com nota publicada na coluna do jornalista Heron Cid, do Jornal Correio da Paraíba, dando conta da articulação de um suposto ‘Plano B’ do PT paraibano com relação à minha legítima candidatura ao Senado, na hipótese de nossa aliança com o PSB sofrer ‘intervenção’. A nota foi reproduzida pelo portal MaisPB, destacando que a informação havia sido dada por fontes ligadas ao nosso grupo, como havia afirmado o próprio jornalista. O tal ‘plano’ seria o de conduzir-meà disputa à vaga de deputado estadual, caso se desse uma ‘possível’ reviravolta.

Antes de tudo, é importante esclarecer ao povo paraibano que não existe nenhum tipo de intervenção nacional barrando a aliança que construímos com o PSB do governador Ricardo Coutinho. Tudo o que vem sendo propagado sobre o assunto não passa de pura especulação eleitoreira, com o único intuito de desestabilizar essa aliança já nascida vitorioso em seu propósito: o de unir o povo paraibano em um projeto comum de desenvolvimento do nosso Estado.

Quero deixar claro que não há nenhum ‘Plano B’ sequer discutido. Há muito focamos nossos esforços em um único ‘Plano A’: o de levar nossas ideias ao Senado Federal, por meio da vontade do povo. Somente ele, o povo, é quem pode me tirar dessa disputa. Apenas sua vontade soberana é quem vai decidir se merecemos ou não representá-los no Senado.

E é a essa população que, com muita serenidade e convicção na vitória, venho me dirigindo como candidato a senador desde ontem. Com uma longa caminhada ao lado do governador Ricardo Coutinho, prefeitos, lideranças aliadas, companheiros e companheiras, iniciamos nossa campanha na bela cidade de Cubati, onde fomos calorosamente recebidos. Seguindo em frente nessa jornada, ainda fomos recebidos carinhosamente nos municípios deJuru, Desterro e Cacimbas.

Seguimos firmes em nossos propósitos e assim estaremos até o momento decisivo, onde a democracia irá preponderar ante as adversidades que tentam nos abater.

O povo paraibano é soberano. A ele entrego meu destino.

LUCELIO CARTAXO (PT)

Candidato a Senador da República -133


MaisPB