Lindolfo diz que discussão sobre TCM deve acontecer só no próximo ano e nega deixar DEM

Lindolfo diz que discussão sobre TCM deve acontecer só no próximo ano e nega deixar DEM

O secretário de Representação Institucional, deputado estadual licenciado, Lindolfo Pires (DEM), comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta sexta-feira (13), que a discussão acerca da instalação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pode ser levada a frente, mas só será discutida no próximo ano e afirmou que não vai deixar o DEM para assumir o PROS “hoje”.

Pires destacou que a instalação do TCM pode ser levada a frente e é um discurso inerente à Assembleia Legislativa. Apesar de licenciado, Lindolfo afirmou que seus colegas podem levantar essa tese e no ano que vem discutir com a sociedade e verificar a necessidade de instalação ou não.

Questionado a respeito de seu nome ser um dos cotados para assumir uma cadeira no conselho do TCM, Pires desconversou afirmando que gostaria que lhe dissessem quantos votos terá na próxima eleição. “Ficaria mais satisfeito que com essa adivinhação”, brincou.

Já sobre a possibilidade de assumir o comando do PROS, Pires lembrou que o partido já sofreu uma intervenção na Paraíba e que conhece partidários e membros da legenda que são seus amigos, mas “permaneço hoje no Democratas”, disse. 

 

 


Marília Domingues / Fernando Braz