Líder do Governo lamenta envolvimento de deputado em operação da PF

Líder do Governo lamenta envolvimento de deputado em operação da PF

O deputado Hervázio Bezerra (PSB), líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), lamentou, o envolvimento do vice-presidente da ALPB, deputado João Henrique (DEM), na “Operação Sete Chaves”, deflagrada na madrugada desta quarta-feira (27), deflagrada pela Polícia Federal e MPF, na madrugada de hoje, para combater e desarticular uma suposta organização criminosa que agia na extração ilegal e comercialização de turmalina na Paraíba.

Hervázio afirmou que os parlamentares foram pegos de surpresa com a notícia e manifestou preocupação com episódio. “Não podemos negar que ficamos preocupados, chateados e abatidos. Isso é um caso que nos abala, nos choca”, disse.

Durante entrevista na sede da Polícia Federal em Cabedelo, no final da manhã de hoje, o procurador chefe substituto do Ministério Público Federal da Paraíba (MPF-PB), Victor Verge, de que o parlamentar poderia responder processo por organização criminosa, usurpação de bem da União, crime ambiental, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, uma vez que está sendo investigado.

Ao narrar detalhes da ‘Operação Sete Chaves’, o procurador disse que João Henrique tem autorização para explorar a pedra preciosa, “mas atuava de maneira irregular”. “O deputado tem autorização, datada do início da década de 2000, mas atuava de maneira irregular. Não declarava a exploração, nem recolhia os royalties necessários. O que também é crime”, afirmou Victor Verge.

 

 

 

MaisPB