Líder da oposição acredita que votação da Mesa da AL foi ‘algo particular’ e espera equilíbrio ou maioria na Casa

Líder da oposição acredita que votação da Mesa da AL foi ‘algo particular’ e espera equilíbrio ou maioria na Casa

O novo líder da oposição na Assembleia Legislativa, Renato Gadelha (PSC), afirmou que acredita que a maioria adquirida pela situação nas eleições da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (AL) tenha sido algo ‘particular’ e espera equilibrio ou até maioria da oposição na Casa.


Gadelha justificou que na eleição para governador, 21 parlamentares estavam do lado da oposição, porém houve uma modificação na votação da presidência da Assembleia Legislataiva (AL). O deputado espera que a eleição da Casa tenha sido ‘algo particular’ e que os eleitos ‘recomponham o equilibrio ou a maioria na Assembleia’.


Para o líder da oposição, essa será uma legislatura difícil, pois há partidos como o PT que tem o deputado Frei Anastácio do lado da oposição e Anísio da situação. Ele lembrou também do PSD que tem na oposição Manoel Ludgério e na situação João Gonçalves, com o PMDB da mesma maneira, a diferença que são dois parlamentares de cada lado.


“O próprio PEN de Ricardo Marcelo, teve dois dissidentes. Precisamos organizar os partidos para ter a certeza de quem vai nos acompanhar e quem vai permanecer no governo”, conclui.

 
 


Marília Domingues / Fernando Braz