Leonardo Gadelha revela quais foram as decisões do PSC sobre aliança com PMDB

Leonardo Gadelha revela quais foram as decisões do PSC sobre aliança com PMDB

O deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) disse na manhã desta quinta-feira, 22, que não foi convidado oficialmente para integrar chapa majoritária na Paraíba, ele afirmou que sente-se honrado com os elogios dos pré-candidatos ao governo, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB), mas que não pode debater a participação do partido nessas alianças.

“Na verdade, as pessoas colocam dessa forma, mas não houve discussão no seio do partido, eu prometi que haveria a discussão no partido no momento que houvesse um convite formal, as pessoas falam que Cássio e Veneziano ficariam felizes em me ter como vice nas chapas e eu só posso afirmar que, se o espaço estiver aberto para o PSC, poderemos debater outros nomes dentro do partido. Nós temos ótimos quadros, são quadros qualificados e muitos nomes que podem compor chapa majoritária com bastante competência”, explicou.

O parlamentar afirmou que o momento é de conversar com os filiados do partido para definir a formação de chapa proporcional, “eu tenho muito cuidado ao falar sobre isso porque respeito e admiro os dois e quando você tem a possibilidade de ocupar um espaço na majoritária, pesa a posição dos deputados estaduais na coligação, o que eles acham mais adequado e no meu caso na câmara Federal, mas o entendimento só será possível a partir de um convite formal”, disse.

Gadelha disse ainda que não há reuniões marcadas com quaisquer legendas, mas adiantou que o PSC “correrá contra o relógio” agora para tentar chamar os filiados para uma reunião até a próxima semana e definir os caminhos que a legenda seguirá este ano.

 

Blgo do Gordinho