Leonardo Gadelha confirma avanço de negociações com o PMDB mas avisa que aliança depende de consenso entre deputados do PSC

Leonardo Gadelha confirma avanço de negociações com o PMDB mas avisa que aliança depende de consenso entre deputados do PSC
 Cotado para ser o vice-governador na chapa do ex-prefeito Veneziano (PMDB), o deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) confirmou que as negociações entre o PMDB e o PSC estão bem avançadas. Contudo, ele adiantou que a sua decisão dependerá do partido, que deve se posicionar de forma coletiva, se aceita ou não, integrar o arco de aliança do PMDB.
Dos quatro deputados estaduais do partido, dois (Vituriano de Abreu e Guilherme Almeida) querem o apoio ao senador Cássio (PSDB) e os outros dois (Carlos Batinga e Arnaldo Monteiro) preferem aliança com Veneziano (PMDB). Particularmente, Léo já manifestou diversas vezes seu desejo de ser o vice de Veneziano.
Apesar das conversações terem evoluído nos últimos dias, Leonardo disse que ainda não existe nada decidido e reforçou que não pode tomar decisões sem que haja um consenso no partido. "Temos que colocar esse assunto na mesa para que todos possam fazer parte do debate e decidir. Eu não faço nada sem o apoio integral do meu partido", declarou.