Lanterneiro é morto dentro de casa; companheira assistiu o crime

Lanterneiro é morto dentro de casa; companheira assistiu o crime

  A polícia não tem informações sobre a autoria do assassinato do lanterneiro Leonardo Felipe dos Santos Ferreira, 22 anos. Ele foi executado com doze tiros que atingiram cabeça, quadril, tórax, braço e perna direitos.

A companheira de "Bambam', como a "Léo" era conhecida, disse que a vítima havia saído de casa e por volta das 22h retornou, colocou a janta e foi comer sentado na cama. Ele residia no Distrito de Várzea Nova, em Santa Rita.

Pouco tempo depois quatro homens invadiram a casa e foram direto para o quarto e executaram o jovem. Ele caiu morto ao lado da cama.

O lanterneiro morreu no local e os acusados fugiram a pé. A vitima era usuária de drogas, o que leva a policia acreditar em acerto de contas. A ex- companheira de Leonardo, que estar grávida de nove meses, disse a policia que não sabe a quem atribuir o crime, no entanto, a policia já tem informações da autoria do homicidio.

O corpo foi períciado e removido para a Gerência de medicina odonto legal, no bairro do Cristo Redentor.

da redação (com assessoria Aguinaldo Mota)