Justiça Federal afasta prefeito de Cachoeira dos Índios por improbidade administrativa

Justiça Federal afasta prefeito de Cachoeira dos Índios por improbidade administrativa

A 8ª Vara da Justiça Federal em Sousa afastou nesta quarta-feira (30), liminarmente, o prefeito de Cachoeira dos Índios, Francisco Dantas Ricarte (Bodin) do cargo por 180  dias. A ação cautelar para o afastamento do gestor foi do MPF.

Bodin ainda teve sequestro de seus  bens. O vice-prefeito deve assumir o cargo. De acordo com o MPF a Câmaras de Vereadores será oficiada da decisão e  dar posse ao substituto.

O pedido de afastamento do MPF/PB foi feito no sentido de resguardar a instrução de ação civil pública por ato de improbidade administrativa ajuizada contra o prefeito, acusados de participação em esquema de corrupção no âmbito Operação Andaime, em curso desde junho de 2015.

Além do prefeito de Cachoeira dos Índios, foi afastado Franciso Harley Braga Fernandes (Iarley), engenheiro fiscal do município.

Segundo a Justiça Federal em Sousa, o engenheiro atuou para embaraçar investigação sobre suposta fraude licitatória no  município.

“Percebe-se que a permanência dos aludidos réus nos cargos que ora ocupam pode acarretar sérias dificuldades ao deslinde da ação de improbidade administrativa a que esta cautelar está vinculada”, justificou o juiz, na sentença.

Na mesma ação, foi afastado também o prefeito de Marizópolis, José Vieira da Silva (Zé Vieira) e Alexsandro Dantas de Figueiredo (Alex da Licitação), servidor público. 

 

 

Click PB