Justiça Eleitoral da Paraíba barrou 141 candidaturas nas eleições municipais

Justiça Eleitoral da Paraíba barrou 141 candidaturas nas eleições municipais

A Justiça Eleitoral divulgou nesta segunda-feira (03) o número total de candidatos que tiveram o pedido registro de candidatura impugnado. Foram, ao todo, 141 postulantes a cargos eletivos nas eleições municipais na Paraíba que até participaram do pleito, mas ficaram de fora do processo.

De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, dos 10.859 candidatos a vereador 120 tiveram o registro de candidatura negado. Já 21 dos 1.138 candidatos a prefeito (568) e vice-prefeitos (570) também não tiveram os votos contabilizados pelo TRE-PB.

O caso de maior repercussão, no entanto foi o da candidata a prefeita de Conde, Tatiana Lundgren Corrêa, que teve seu registro de candidatura impugnado com base na Lei da Ficha Limpa. Apesar de constar seu nome e número na urna eletrônica, os votos dados a Tatiana não foram validados. Apesar de ficar de fora do pleito, ela obteve 3.305 sufrágios ou 18,5% do total dos votos válidos no município encravado no Litoral Sul da Paraíba.

Já o município de Guarabira, no Agreste paraibano, a 95 km da capital, foi o que teve o maior número de registros de candidatos a vereador impugnados. Ao todo, a Justiça Eleitoral barrou 17 candidaturas.

João Pessoa, o maior colégio eleitoral da Paraíba, e que teve o maior número de candidatos à Câmara de Vereadores, foram barrados apenas quatro candidatos. 

 

 

Click PB