Juíza chama cidade do litoral de SP de ‘inferno’ na web e causa revolta

Juíza chama cidade do litoral de SP de ‘inferno’ na web e causa revolta

O comentário de uma juíza nas redes sociais causou revolta de moradores e vereadores de Peruíbe, no litoral de São Paulo. A magistrada da 2ª Vara Jurídica do município, Juliana Pitelli, fez um comentário se referindo a cidade onde trabalha como “inferno” e disse que passaria a andar com “crucifixo e alho no pescoço”.

A polêmica aconteceu após a juíza responder o comentário de uma colega em uma publicação sobre a investigação do Ministério Público contra a secretária de Saúde de Peruíbe por omissão de informações.

A moção elaborada pelos vereadores do município explica que a manifestação da magistrada mostrou profundo desprezo e desrespeito pela cidade, causou indignação junto aos moradores da cidade, além de ferir a Lei Orgânica de Magistratura Nacional.

Nesta quarta-feira (1º), o documento foi votado durante sessão na Câmara Municipal e, de forma unânime, a moção foi aprovada pelos legisladores.

Com a aprovação, o documento será encaminhado à subseção de Peruíbe da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para a Corregedoria do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), além do Conselho Nacional de Justiça e a própria magistrada.

O presidente da Câmara, Rafael Vitor de Souza (PMDB), classificou a atitude da juíza como “desrespeitosa e infeliz”. “Os vereadores ficaram indignados, assim como a sociedade como um todo. Somos nascidos aqui, trabalhamos para uma melhoria da cidade, e vem uma pessoa de fora, que escolheu a cidade para trabalhar, e faz isso. Por mais que seja brincadeira, é algo inaceitável. Espero que ela receba a punição devida”, disse o vereador.

O G1 tentou entrar em contato com a magistrada e deixou recado para sua secretaria, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Postagem em rede social causou revolta em Peruíbe, SP (Foto: Reprodução/Facebook)

Postagem em rede social causou revolta em Peruíbe, SP (Foto: Reprodução/Facebook)

 

 

 

 

G1