Juíza admite providências após confusão em carreata: “Não vamos ferir Estado Democrático”

Juíza admite providências após confusão em carreata: “Não vamos ferir Estado Democrático”

A juíza da propaganda eleitoral de rua de João Pessoa, Agamenildes Dias, se reuniu, na manhã desta segunda-feira (29), com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Júlio Aurélio, e com a corregedora Maria das Graças Moraes Guedes, para discutir a confusão envolvendo um fiscal da Justiça Eleitoral e militantes da coligação encabeçada pelo PSB, que estavam participando de uma carreata nesse domingo (28), na orla da capital.

A magistrada afirmou que o Tribunal abriu um processo para averiguar os vídeos que foram divulgados nas redes sociais e um material, que segundo ela, teria mais detalhes da confusão, e após isso irá, de forma neutra, analisar o acontecimento.

“Nós estamos aqui para apurar a realidade dos fatos, não temos interesse de ferir o estado democrático de direito. Vamos nos reunir com o presidente do partido e tomar uma série de providências ainda hoje”, disse.

Agamenildes disse ainda que é direito dos partidos realizarem carreatas, mas há um preocupação da Justiça por causa do tempo reduzido de campanha.

 

 

 

MaisPB com Albemar Santos