Juiz recusa recurso e Lionel Messi será julgado por fraude fiscal

Juiz recusa recurso e Lionel Messi será julgado por fraude fiscal

Lionel Messi será julgado por seus problemas com a Fazenda espanhola. O Tribunal de Barcelona recusou o recurso apresentado pelos advogados do atacante e de seu pai, Jorge Horacio Messi, acusados de cometer uma suposta fraude de 4,1 milhões de euros (em torno de R$ 14,3 milhões).

As suspeitas recaem sobre as declarações de imposto de renda dos exercícios de 2007, 2008 e 2009. Estima-se que o craque do Barça simulou a cessão de seus direitos de imagem a empresas situadas em paraísos fiscais, como Belize, na América Central, e Uruguai, e firmou contratos de licenciamento, agenciamento e prestação de serviços com estas e outras companhias.

O pai de Messi é acusado de criar estas empresas quando o jogador ainda era menor de idade. A defesa do craque do Barcelona argumentou que ele "nunca dedicou um minuto sequer de sua vida lendo, analisando ou estudando" estes contratos.

No entanto, o Tribunal de Barcelona considerou que Messi ratificou estes mesmos acordos quando tinha mais de 18 anos. O nome dele também aparecia como único administrador de uma destas companhias.

 

 

 

180 Grau