Juiz diz que Prefeituras e Câmaras tem se tornado verdadeiras organizações criminosas

Juiz diz que Prefeituras e Câmaras tem se tornado verdadeiras organizações criminosas

O juiz de Direito, Aluizio Bezerra Filho, Coordenador do Mutirão da Improbidade Administrativa da Paraíba, revelou que no Estado da Paraíba ainda existem mais de 450 processos para serem elucidados até o fim do ano contra gestores e ex-gestores. O juiz revelou ainda que a grande maioria dos processos são contra prefeitos, ex-prefeitos e vereadores. “As prefeituras e Camaras Municipais estão se tornando verdadeiras organizações criminosas”, contou.

Bezerra Filho está coordenando um grupo de 8 juízes e 12 assessores que circula pelo estado, visitando comarcas e recolhendo processos de improbidade administrativa de diversos municípios. “Já conseguimos eliminar 81 processos e estamos trabalhando para termos um número expressivo para a próxima leva em maio”, disse.

Bezerra explicou que o principal fator que leva a um processo de improbidade administrativa é a desonestidade do gestor, obviamente. “De forma premeditada, desvia recursos públicos e traz prejuízo. O caminho mais comum é licitação, especialmente nas áreas de saúde e educação, onde estão as maiores verbas dos orçamentos”, revelou.

 

 

 

Pedro Callado