Juiz da Propaganda Eleitoral admite que biometria pode atrasar processo eleitoral: ‘É uma novidade’

Juiz da Propaganda Eleitoral admite que biometria pode atrasar processo eleitoral: ‘É uma novidade’

O juiz da Propaganda Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, Ricardo Freitas, afirmou que espera que não haja atrasos durante o voto nas eleições de domingo, mas revela que, por ser uma novidade, talvez a biometria possa atrasar um pouco o processo.


“Temos esta novidade. Eventualmente, se uma digital não for reconhecida, a urna está preparada para insistir em oito tentativas. Só depois que o sistema volta para o manual, com reconhecimento por meio de assinatura. Isso pode atrasar o processo eventualmente, especialmente se ocorrerem muitos casos deste tipo, com a demora para o reconhecimento biométrico”, explicou.

 


João Thiago e Antonio Malvino