José Maranhão acha “interessante” tese de aliança entre PMDB e PSDB

José Maranhão acha “interessante” tese de aliança entre PMDB e PSDB
O ex-governador e presidente estadual do PMDB na Paraíba, José Maranhão, revelou, nesta segunda-feira (12), que acha interessante a tese de aliança entre o PMDB e o PSDB nas eleições estadual deste ano. No entanto, apesar da declaração, Maranhão disse que a pré-candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), é forte e está mantida. 
 
“A tese é interessante. Acho que qualquer tese de união da política paraibana é importante. Resta saber os detalhes, ai o detalhe é mais importante que a tese. Não sei se Cássio estaria disposto a abrir mão de sua candidatura, pois a candidatura do PMDB está mantida’, afirmou. 
 
Indagado como enxerga uma possível aliança entre os dois partidos, Maranhão disse que seria aético falar sobre a questão com o PMDB tendo a candidatura própria de Vené, quando o próprio ex-prefeito já manifestou a pretensão de manter a candidatura.  “Seria de minha parte uma atitude aética, temos um candidato forte, que vai crescer muito ainda. No momento existe um ensaio das eleições, um amistoso. O jogo definitivo vai ser três candidaturas no primeiro turno”, disse. 
 
O ex-governador lembrou também que, além do PSDB, o PSB, do governador Ricardo Coutinho, já sinalizou a possibilidade de aproximação com o PMDB, mas enfatizou que é muito difícil o partido retirar a candidatura de Veneziano. 
 
“No segundo turno, vai ter a união do que passar, com o que não estiver. Agora, união no primeiro turno não acho fácil, por todas as razões que os paraibanos sabem. O PMDB é um partido muito grande e dificilmente haverá esta possibilidade de tirar a candidatura de Veneziano em prol do PSDB ou do PSB. Na verdade os dois lados estão propondo união”, ressaltou. 
 
O ex-governador negou ainda que setores internos do PMDB estejam tentando rifar a candidatura de Vené, como se especula em setores da imprensa paraibana. 
 
“Posso dizer, com absoluta certeza, que todos estão firmes em torno da candidatura de Veneziano. Não tem ninguém dentro do partido trabalhando para substituir a candidatura de Veneziano, que acho viável”, ratificou.  
 
Cristiano Teixeira - MaisPB