Jornalista Fernanda Alves fala de ensaio nu aos 40 e barraco com Luiza Brunet

Jornalista Fernanda Alves fala de ensaio nu aos 40 e barraco com Luiza Brunet

Ela causou aos estampar uma capa de revista masculina, posando nua aos 40 anos. Ex-apresentadora de telejornal, a jornalista Fernanda Alves diz que até hoje colhe os louros de tal exposição. Mas o que muitos lembram mesmo é do barraco que ela acabou se envolvendo com Luiza Brunet.

No mês em que sua revista Sexy” chegou às bancas, em outubro de 2015, Fernanda ficou no centro de uma polêmica ao ter fotos suas do Instagram comentadas pelo empresário Lírio Paristto, então namorado de Brunet. A confusão foi tão grande que a ex-modelo chegou a terminar o namoro, e Fernanda foi apontada como a pivô da separação na época.

“A repercussão desse assunto existe até hoje, até porque os dois são notícia quase que diariamente e uma vez que tocam no assunto, a ‘Fernanda’ aparece às vezes. Eu não avalio, apenas lamento tais situações desnecessárias. Com a Luiza não tenho nenhuma relação, nunca tive, e hoje, nem tenho vontade de ter. Já o Lírio, tenho, sim, contato, mas não passa de uma amizade, antes que me pergunte (risos)”, diz Fernanda.

Sobre as fotos para a revista “Sexy”, a jornalista não esconde o friozinho na barriga que ficou na hora de aceitar tirar a roupa.

“É difícil uma jornalista posar nua. Isso ‘causou’, mas me ajudou muito. A gente fica em evidência, fica mais fácil os convites profissionais, as reuniões com as pessoas certas”, conta ela, que após ficar um tempo se dedicando ao filho de 11 anos, está focada em novos projetos profissionais.

O ensaio de Fernanda Alves seguiu a tradição da revista em trazer mulheres completamentes peladas e fotos com nu frontal. Algo bem diferente de ensaios atuais da “Playboy”, por exemplo, que traz em suas publicações mulheres magras e modelos que fogem dos padrões das “gostosonas”.

“Gosto demais desse novo formato da ‘Playboy, não só pela sensualidade e opção das modelos em estar ou não nuas, como também o ‘tipo’ de mulheres que estão sendo selecionadas para as capas. Eles estão na linha ‘clean’, modelos, mulheres magras. Acho muito mais bonito de apreciar um ‘nu’ assim do que aquelas mulheres ‘bombadas’. A Playboy está chique, nada vulgar, isso passa credibilidade nas vendas, já que o mercado impresso está bastante difícil”, avalia Fernanda, garantindo que a única intervenção estética que fez até hoje foi colocar uma prótese de 300 ml de silicone nos seios.

“Isso tem mais de 10 anos. Mas confesso que não vejo mal nenhum nisso. A hora que eu precisar, recorro a ‘faca’ com certeza (risos)”.

sexy2

Extra Online