João Pessoa é destaque no NE quanto às ações de inclusão produtiva para trabalho e renda

João Pessoa é destaque no NE quanto às ações de inclusão produtiva para trabalho e renda
João Pessoa é uma das quatro cidades nordestinas com mais de 500 mil habitantes a desenvolver ações de acesso a crédito produtivo por meio de banco popular ou organizações similares, de acordo com o suplemento de Inclusão Produtiva da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic), divulgada nesta quarta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o estudo, com base no ano de 2014, a Capital paraibana é uma das oito do grupo a desenvolver projetos de apoio ao associativismo, cooperativismo e economia solidária.
 
A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) realiza diversas ações de inclusão produtiva para geração de trabalho e renda, tanto na zona urbana quanto na rural, incluindo promoção de microcrédito orientado, intermediação ao emprego e qualificação profissional.
 
O secretário do Trabalho, Produção e Renda, Diego Tavares, destaca que esta política de incentivo à produção e ao emprego é uma das principais diretrizes da gestão do prefeito Luciano Cartaxo. “Nossa função aqui na Secretaria do Trabalho é incentivar o empreendedorismo com a criação e ampliação de micronegócios, além de facilitar o acesso ao emprego por meio de capacitação e intermediação da mão de obra. Com isto, conseguimos elevar a renda das famílias e tirá-las de situações de vulnerabilidade econômica e social”, afirmou.
 
Microcrédito - O Banco Cidadão concedeu R$ 8,58 milhões de crédito produtivo a 2.162 empreendedores no ano de 2014, ano-base da pesquisa do IBGE. Segundo Diego Tavares, a meta para o ano de 2015 é alcançar a marca de R$ 10 milhões e uma média de 2,5 mil beneficiários. “Desde o início de 2013, já são R$ 20,6 milhões para 5,2 mil empreendedores”, frisou o secretário.
 
Com relação ao Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP), foram realizados 13.242 encaminhamentos de trabalhadores às oportunidades de emprego, no ano passado. Foram adicionadas ao cadastro do órgão 7.565 pessoas. “Considerando o primeiro semestre de 2015 com o de 2014, já visualizamos um crescimento de 59% no número de encaminhamento às vagas”, afirmou Diego Tavares.
 
Destaque na PB – Na Paraíba, 174 municípios desenvolvem programas ou projetos de inclusão produtiva para geração de trabalho e renda, mas em apenas dois o órgão responsável é da pasta “trabalho”, sendo João Pessoa um deles, por meio da Secretaria de Trabalho, Produção e Renda.
 
Ainda com relação aos projetos de inclusão produtiva, os outros órgãos nos demais municípios são de agricultura (141 municípios), assistência social (112), planejamento (oito), desenvolvimento econômico (três) e outros órgãos (21).
 
Trabalho – A Secretaria do Trabalho oferece acesso a microcrédito produtivo orientado e apoio ao associativismo nas áreas de atividade agrícola, comércio e serviços. No que se refere à inclusão produtiva rural, há assistência técnica e extensão rural para agricultores familiares, pescadores artesanais e aquicultores familiares, incluindo acesso ao crédito.
 
A Prefeitura de João Pessoa também desenvolve ações de aquisição de alimentos no âmbito do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) ou do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).
 
 
 
 

Secom-JP