João Pessoa deverá registrar taxa de ocupação de 90% neste Verão

João Pessoa deverá registrar taxa de ocupação de 90% neste Verão

Além de muito sol, o Verão em João Pessoa será de turismo intenso. A expectativa para o mês de janeiro é que a taxa de ocupação na rede hoteleira seja de 90%, superando todos os prognósticos, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-PB). Isso porque, a partir de dezembro, a cidade receberá 224 voos extras e a Capital paraibana será divulgada na revista Tam nas Nuvens, na edição de janeiro do próximo ano.

De acordo com o presidente da ABIH, José Inácio Júnior, a estimativa para janeiro é bastante otimista. "Esperamos um crescimento de 5% na ocupação. Este ano, tivemos o nosso maior registro (85%) e já foi um período muito satisfatório para o setor. Para o próximo ano, acreditamos que a ocupação deva ficar em torno de 90%. O número de leitos na cidade também cresceu com a inauguração de mais dois hotéis e estamos prontos para receber essa demanda anunciada pela Infraero. O mês de dezembro também deverá ser bom", estima.    

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que a partir do dia 6 de dezembro até 13 de fevereiro de 2016, o Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, vai receber 223 voos extras. Segundo a Infraero, os voos foram solicitados pelas companhias aéreas Azul, TAM e Gol. No entanto, a Avianca informou também que implantará mais um vôo diário, a partir de 14 de dezembro, entre São Paulo-João Pessoa.

A nova demanda foi comemorada pela Secretaria de Turismo (Setur) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). "Esse crescimento dos turistas nacionais tem acontecido tanto pelas belezas naturais da nossa cidade, quanto pelos investimentos públicos em praças, parques e pontos turísticos. Tudo isso melhora a qualidade de vida da população e os turistas se sentem bem recepcionados. Desde junho, a taxa de ocupação, média, tem sido 70%, o que é muito bom para um período de baixa estação", revelou a secretária da Setur, Grace Ferreira. 

Tam nas Nuvens - A Prefeitura tem investido na divulgação da cidade através de jornais, revistas e feiras de turismo. Nesta semana, a equipe de jornalismo da revista Tam nas Nuvens está na cidade gravando o material que será divulgado em janeiro do próximo ano nas revistas de bordo da companhia e publicidade audiovisual.

"Iremos registrar a riqueza gastronômica da cidade e seus pontos turísticos", explicou Fernando Farah, produtor do Tam nas Nuvens. E completa. "Eu, em particular, estou encantado e pretendo voltar de férias, não só pelo paraíso, mas também pela receptividade. Estou me sentindo em casa, não quero nem voltar", brincou Farah. A revista possui, em média, 2,9 milhões de leitores por tiragem.

Voos extras - De acordo com a Comissão de Coordenação de Linhas Aéreas Regulares (Comclar), do Departamento da Aviação Civil, a TAM Linhas Aéreas foi a empresa que solicitou maior número de voos extras, num total de 111 operações: 91 saindo do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e 20 saindo do Aeroporto de Brasília. A Azul solicitou 66 voos extras: 35 saindo do Aeroporto de Salvador e 31 do Aeroporto de Confins, na Grande Belo Horizonte. A Gol Linhas Inteligentes solicitou 46 voos extras para o período: 21 saindo do Galeão, 10 de Confins, oito de Campinas e sete de Brasília. 

O número de voos extras no período de alta estação fará com que a rotina do Aeroporto Castro Pinto seja alterada em função dos novos horários que serão preenchidos. De acordo com as solicitações dos voos, os passageiros terão um leque extenso de opções para embarcar ou desembarcar. Das operações solicitadas pela TAM haverá opções de voos para o Rio e Brasília com saídas de João Pessoa às 14h55, 15h30, 16h10 e 17h. A Gol vai disponibilizar voos para Belo Horizonte às 21h e para o Rio às 19h40. A Azul oferecerá saídas para Salvador às 6h.

 

 

 

Assessoria