Jade se machuca, chora e vai ao hospital após errar apresentação no solo

Jade se machuca, chora e vai ao hospital após errar apresentação no solo

Jade Barbosa não teve uma tarde feliz nesta quinta-feira. Na segunda rotação da final individual geral da ginástica artística, a ginasta brasileira errou a primeira acrobacia no solo, sentiu uma lesão no tornozelo, e, chorando, precisou abandonar a prova em uma cadeira de rodas. Segundo apurou o UOL Esportes, ela foi levada de ambulância e será examinada na Policlínica da Vila Olímpica por Roberto Nahon, médico do Comitê Olímpico Brasileiro.

Esse foi o adeus de Jade Barbosa aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, já que não se classificou para nenhuma final por aparelhos.

Jade, que entrou na final do individual geral no lugar de Flávia Saraiva, por opção técnica da comissão da seleção brasileira, entrou confiante para sua apresentação no solo, mas, logo no primeiro movimento, errou na finalização e caiu de joelhos. Ela até tentou continuar na prova, mas sentiu fortes dores e teve que abandonar a competição em uma cadeira de rodas.

A ginasta brasileira já havia se apresentado na trave, na primeira rotação. Jade começou bem o exercício, acertando a entrada que ela havia feito na final por equipes. Sem quase nenhum desequilíbrio, e nenhum erro, fez uma prova simples, mas muito bem executada, pecando apenas na falta de ligação entre os movimentos. A falta de dificuldade atrapalhou e a brasileira ficou com 13,700, nota considerada baixa, mas melhor do que apresentou na classificatória.

 

 

Uol