Irmãos canibais comeram mais de 100 cadáveres do cemitério

Irmãos canibais comeram mais de 100 cadáveres do cemitério

Um canibal condenado foi novamente detido no Paquistão após a cabeça de um menino de 3 anos ser descoberta em sua casa. A casa macabra é de Mohammad Arif, de 35 anos, e de seu irmão Mohammad Farman, de 30. A dupla, da pequena cidade de Darya Khan, no interior do país, já havia cumprido dois anos de prisão por canibalismo e só foram liberados no ano passado.

Mohammad Farman foi identificado em 2011 e depois foi preso pela primeira vez pela polícia em Bhakkar, Paquistão. Agora, a polícia local disse que os dois homens desenterraram mais de 100 cadáveres do cemitério local e comeram quase todos.

Mohammad Arif já foi preso novamente e uma investigação está a caminho para a descobrir o restante da história sinistra em sua casa. Seu irmão ainda está sendo procurado pela polícia. O chefe da polícia do distrito, Amir Abdullah, disse que os policiais foram investigar o caso após moradores reclamarem de um mau cheiro vindo de casa dos irmãos.

Por ficarem intrigados com a situação, os policiais foram até a casa dos irmãos, onde encontraram uma panela contendo um ensopado de carne humana. Eles haviam se casado uma vez, e tinham filhos, mas suas esposas dizem tê-los deixado antes de serem detidos pela polícia anteriormente.

180 Graus