Ipea admite erro: 26% e não 65% concordam com agressão a mulher

Ipea admite erro: 26% e não 65% concordam com agressão a mulher

Publicação: 04/04/2014 16:22 Atualização: 04/04/2014 17:35

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou uma nota na tarde desta sexta-feira (4/4) em que pede desculpas por afirmar que de acordo com uma pesquisa feita pelo órgão, 65% dos brasileiros concordam que "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas".

O erro aconteceu devido à troca de informações de dois gráficos. Na verdade, 26% dos entrevistados concordam que a roupa que a mulher usa justifica uma agressão. Enquanto 65% concorda que "mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar".