Inusitado: Prefeitura na PB, teria pago conserto de ambulância que não anda

Inusitado: Prefeitura na PB, teria pago conserto de ambulância que não anda

O vereador da cidade de Sapé, João Neto (DEM), popularmente conhecido como Jojó, denunciou o sucateamento de uma ambulância do Samu, apesar de, segundo ele, existir uma nota de empenho do ano passado paga no valor de mais de R$ 16,7 mil para a compra de peças automotivas.

 

De acordo com a denúncia do parlamentar, a ambulância se encontra quebrada há um bom tempo, sem poder servir à população da cidade. “Fomos até essa ambulância do SAMU que está abandonada por essa gestão irresponsável do prefeito Roberto Feliciano e detectamos que em 2015 tem uma nota de empenho de peças compradas e pagas no valor de 16.755 reais, mas o carro não anda e o povo sofre com isso porque não tem a sua disposição uma ambulância que deveria está rodando”, declarou.

Diante da atual situação, Jojó pediu esclarecimentos à Secretaria de Saúde a respeito dos recursos  investidos. “Queremos uma explicação o mais rápido possível para que a secretaria possa esclarecer por que foram investidos mais de R$ 16 mil no conserto de uma ambulância que está completamente sucateada”, comentou.

 

d6

 


 

 

Fonte: Mais PB