Indicador aponta para estabilização da economia nos próximos meses

Indicador aponta para estabilização da economia nos próximos meses

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil ficou estável em dezembro de 2014, com 95,4 pontos. Em novembro, o índice teve queda de 1,4% e avanço de 0,2% em outubro. Em dezembro, três dos oito componentes do indicador tiveram resultado positivo.

O indicador é aferido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), em parceria com o The Conference Board (TCB), instituição norte-americana sem fins lucrativos.

Para o economista do Ibre, Paulo Picchetti, o resultado do Iace de dezembro pode ser um sinal de estabilização da economia brasileira.

"Apesar disso, o anúncio recente de políticas de austeridade e o lento crescimento da economia mundial sugerem que as condições econômicas próximas à estagnação persistirão a curto prazo no Brasil", ressalvou.

Para Ataman Ozyildirim, do TCB, o indicador aponta para uma pequena melhora da economia brasileira, após “forte deterioração no primeiro semestre de 2014”.

“O pior momento para a atividade econômica pode ter passado, embora o enfraquecimento da economia brasileira ainda seja bastante disseminado", acrescentou.

Entre os componentes do Iace estão o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo, o Índice de Produção de Bens de Consumo Duráveis, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, e os índices de expectativas da indústria, serviços e consumidor da FGV.

 

 

 

Fonte: Agência Brasil