Incêndio atinge arranha-céu no centro de Dubai

Incêndio atinge arranha-céu no centro de Dubai

Um grande incêndio atingiu nesta quinta-feira um arranha-céu de 63 andares e 302 metros de altura no centro de Dubai. O fogo se propagou a partir do luxuoso hotel The Address, pouco antes das celebrações de fim de ano. Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas – 14 levemente, declarou a assessoria do governo do emirado, o maior dos sete Emirados Árabes Unidos, acrescentando que uma delas teve uma crise cardíaca.

“Todos os hóspedes foram retirados”, afirmou o comandante da Polícia de Dubai, general Khamis Matar al-Mzeina, em entrevista à emissora Al-Arabiya. O edifício fica perto do Burj Khalifa, o arranha-céu mais alto do mundo, com 828 metros, onde aconteceu a maior queima de fogos da festa de réveillon da cidade dos Emirados Árabes.

Segundo informações do governo local, o fogo começou por volta das 21h (horário local, 16h de Brasília) no lado de fora do 20º dos 63 andares do prédio e extintores internos evitaram que o incêndio se espalhasse imediatamente para a parte interna.

O coronel da polícia Abdullah al-Merri informou ao jornal local Gulf News que “mais de 5.000 agentes estão mobilizados para garantir a segurança e a organização” dos festejos de fim de ano. Ainda não há informação sobre a causa do incêndio.

Dubai planejava impressionar os espectadores com três shows de luzes e fogos de artifício e manteve a festa de Ano Novo (ocorrida às 18h de Brasília), apesar do incêndio de grandes proporções. Um deles ocorreu no Burj Khalifa, que, segundo os organizadores, foi equipado com 400.000 lâmpadas led.

 

 

 

Veja