Inacabado, Terminal Pesqueiro da PB deixa de gerar R$ 50 milhões/ano

Inacabado, Terminal Pesqueiro da PB deixa de gerar R$ 50 milhões/ano

Quatro anos de sua inauguração com festa e direito a presença do então ministro da Pesca, Altemir Gregolin, o Terminal Pesqueiro da Paraíba enfrenta dificuldades para o seu pleno funcionamento. As restrições geram prejuízos anuais de R$ 50 milhões, segundo cálculos do engenheiro de pesca da Empasa, Celso Carlos Fernandes Duarte. O assunto mereceu destaque na coluna do jornalista Heron Cid, deste domingo, no Correio da Paraíba, com reprodução aqui no Portal MaisPB.

A obra custou R$ 14 milhões entre recursos federais e estaduais e foi projetada para resgatar o papel da Paraíba na produção atuneira do Nordeste, nas palavras de Gregolin, no dia da inauguração solene.

A situação do Terminal trará à Paraíba o atual ministro da Pesca, Hélder Barbalho. Foi o que ele prometeu em reunião recente ao senador Raimundo Lira (PMDB). O equipamento está passando por uma “revitalização”.

O senador quer sensibilizar o Governo Federal a fazer novos investimentos no Terminal e ampliar a estrutura existente com estaleiro, central de abastecimento e espaço apropriado para manutenção das embarcações.

 

 

 

 

MaisPB