Hugo Motta oficializa candidatura à liderança do PMDB na Câmara com apoio de Eduardo Cunha

Hugo Motta oficializa candidatura à liderança do PMDB na Câmara com apoio de Eduardo Cunha

O deputado Hugo Motta (PMDB-PB) anunciou na tarde desta quarta-feira (20) que concorrerá à liderança do PMDB na Câmara dos Deputados. Além dele, já confirmaram que vão disputar o cargo o atual líder, deputado Leonardo Picciani (RJ), e o deputado Leonardo Quintão (MG), que tem apoio de parte da ala dissidente do PMDB.

 

Havia informação desde esta terça-feira (19) que, em uma estratégia para enfraquecer a candidatura à reeleição de Picciani, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e a ala do partido crítica ao governo Dilma Rousseff trabalhavam para que ao menos três candidatos disputassem a liderança do partido nas eleições internas marcadas para o dia 17 de fevereiro.
 
O plano foi discutido na tarde de ontem entre Cunha e os deputados do PMDB Lúcio Vieira Lima (BA), Osmar Terra (RS), e Lelo Coimbra (ES), porta-vozes da ala do partido que defende o afastamento do PMDB do governo.

A avaliação de Eduardo Cunha e desse grupo é de que, com três candidatos, a disputa pela liderança do PMDB necessariamente irá ao segundo turno. Na segunda votação, o grupo dissidente espera que os votos do candidato derrotado migrem para o deputado que também se apresenta como alternativa a Picciani, aliado do governo.

A eleição será por maioria absoluta da bancada, ou seja, será escolhido o candidato que obtiver os votos de mais da metade dos 67 deputados peemedebistas

 

.

G1