Hugo Mota defende candidatura própria a presidente: “O PT não ouve o PMDB”

Hugo Mota defende candidatura própria a presidente: “O PT não ouve o PMDB”

O presidente da CPI da Petrobrás, deputado federal Hugo Mota (PMDB), defendeu candidatura própria do PMDB ao Palácio do Planalto em 2018.

Em entrevista a jornalista, Joice Hasselmann,   para o site da Revista Veja, o paraibano disse que o Partido dos Trabalhadores tem sub dimensionado o PMDB e, portanto, a necessidade do seu partido disputar a eleição.

“O PT, na verdade, só lembra  do PMDB na hora de carregar o andor, carregar o fardo. O PT não escuta o PMDB na hora de tomar as decisões e o partido tem percebido isso”, disparou Mota.

De acordo com parlamentar, o PMDB sempre esteve na vanguarda e garantindo a governabilidade de gestores que passaram pela Presidência, mas agora tem que ter um projeto de candidatura própria.

“Nós entendemos que temos quadros que podem contribuir significativamente para que o Brasil possa melhorar ainda mais”, afirmou.

Para Hugo Mota, agora é o momento de levantar os erros que o PT cometeu a frente do Governo Federal.

“O PT errou na dose em alguns momentos. Errou nas decisões econômicas e agora o PMDB não precisa pagar pelas decisões tomadas”, argumentou o paraibano. Hugo Mota acrescentou:

“O PMDB está na agenda de recuperar o país porque o Brasil não é do PT”, afirmou.

 

 

 

Roberto Targino – MaisPB