Hotéis da Paraíba registram ocupação média de 62,70% em agosto, revela pesquisa da PBTur

Hotéis da Paraíba registram ocupação média de 62,70% em agosto, revela pesquisa da PBTur

A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) divulgou nesta quarta-feira (16) a pesquisa mensal da Taxa de Ocupação Hoteleira em agosto na grande João Pessoa e nas demais cidades turísticas do Estado. A Taxa de Ocupação por quartos na capital paraibana, onde está a maioria dos hotéis, pousadas e hostels, registrou média de 62,70%. No acumulado dos seis primeiros meses do ano, a taxa ficou em 71,68%, um aumento de 4,81 p.p (ponto percentual) frente ao mesmo período de 2014.

Em números, a pesquisa revela que os hotéis pessoenses receberam um total de 89.922  hóspedes. De janeiro a agosto foram 802.188, aumento de 5,38% frente ao mesmo período de 2014, quando foram recebidos 761.258 hóspedes.  Em todo o Estado, o número chega a 1.150.081 hóspedes.

“É importante ressaltar que agosto é normalmente um mês que registra números não muito satisfatórios para o turismo. Mas, você ter uma média de ocupação acima dos 60 por cento é sinal de que os hotéis não trabalharam no vermelho, que turistas vieram ao nosso estado a lazer ou a negócios”, afirmou a presidente da PBTur, Ruth Avelino.

Origem do Fluxo – A pesquisa da PBTur também registra a origem dos hóspedes e a região Nordeste contribui com a emissão de 39,39% dos turistas que estiveram no Destino Paraíba. O Sudeste vem logo em seguida com 38,39% e o Centro-Oeste com 10,92%.  Os estados do Sul representam 9,75% do total e a  região Norte com 1,53%. Os principais estados emissores do Fluxo foram São Paulo, com 21,22% de incidência; Pernambuco, com 15,15%; Rio Grande do Norte, com 9,33%; Rio de Janeiro, com 8,88%, e Minas Gerais, com 7,93%.

Ruth Avelino explicou que o Governo do Estado e o trade vêm investindo na capacitação de agentes de viagem dos principais estados emissores de turistas, mantendo assim um fluxo contínuo de visitantes para a Paraíba. “Nos últimos anos fizemos capacitações de milhares de agentes de viagem no sentido de fazer nossos roteiros e atrativos turísticos conhecidos de quem vai vender o pacote ao consumidor final. É um trabalho contínuo e constante”, garantiu.

Exterior – Os principais países emissores foram Itália (23,43%), Estados Unidos (14,04%), Alemanha (12,04%), Argentina (9,35%) e Portugal (6,78%). No Top10 dos países emissores entraram  Espanha e Suíça e saíram China e Irã.

 

 

 

Secom PB