Homem se acorrenta e fica na porta de hospital de JP até que mãe com diabetes seja atendida

Homem se acorrenta e fica na porta de hospital de JP até que mãe com diabetes seja atendida

Paulo de Santos Lima se acorrentou na entrada de um hospital de João Pessoa para protestar contra a deficiência na assistência de saúde na Paraíba. Ele disse na manhã desta terça-feira (19) que a mãe dele sofre de diabetes e tem um ferimento grave no pé, mas não havia sido atendida em dois hospitais do estado.

Para chamar atenção quanto ao caso, ele decidiu ficar acorrentado na porta do São Vicente de Paula, no Centro da Capital, depois de já ter passado pelo Hospital de Sapé, cidade onde ele e a mãe moram no Brejo da Paraíba, e também pelo Hospital Padre Zé, em João Pessoa. Segundo Paulo, as duas unidades não prestaram a assistência solicitada por falta de médicos especialistas.

Encaminhado para o São Vicente de Paula, ele conseguiu que a mãe fosse atendida. A senhora de 60 anos tem um ferimento infeccionado sob um dos pés, agravado pela diabetes.

De acordo com a direção do São Vicente, a paciente permanece na sala de observação, onde já foi avaliada por um médico, e deve seguir para a enfermaria. Segundo a unidade, trata-se de uma burocracia necessária para o atendimento.

Apesar disso, Paulo afirmou no Correio Debate da Rede Correio Sat que só deixa o hospital quando tiver certeza de que a mãe dele vai ficar bem.

 

Portal Correio