Hervázio descarta retaliação a 'traidores', mas 'intima' quatro deputados a se explicarem

Hervázio descarta retaliação a 'traidores', mas 'intima' quatro deputados a se explicarem

O deputado estadual, Hervázio Bezerra (PSB), descartou em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, qualquer tipo de retaliação aos deputados que traíram o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino (PSB) durante o processo de eleição da Mesa Diretora. Porém, o socialista cobrou explicações de quatro deputados que foram citados por um jornalista como sendo os traídores, dos dois lados.

Hervázio revelou que um comunicador nominou quatro deputados como traídores, sendo que dois traiu Ricardo Marcelo e dois Adriano Galdino. Os deputados seriam Anisio Maia (PT), Caio Roberto (PR), Doda de Tião e Galego de Sousa (PP). Segundo Bezerra, esses quatro deputados foram citados nominalmente pelo jornalista, por isso, devem uma explicação ao grupo.

Mesmo cobrando explicações, Hervázio deixou claro que não haverá nenhum tipo de retaliação ou perseguição a qualquer deputado. “Defendi hoje da tribuna, que os presidentes eleitos Adriano Galdino e Gervásio Maia Filho, garantam espaço para as minorias”.

O deputado Adriano Galdino tinha a assinatura de 21 deputados em documento se comprometendo a votar nele e em Gervásio Maia para o segundo biênio, mas apenas 19 votaram nele. Nos bastidores se comenta, que o deputado Ricardo Marcelo conseguiu garantia de 4 deputados que anunciaram voto em Galdino, mas apenas dois cumpriram o compromisso.

 

 

 

PB.COM.BR