Hervázio Bezerra acusa Raniery Paulino por confusão em audiência das contas do governo; peemedebista rebate

Hervázio Bezerra acusa Raniery Paulino por confusão em audiência das contas do governo; peemedebista rebate
Os deputados estaduais Hervázio Bezerra (PSB) e Raniery Paulino (PMDB) divergiram nesta quinta-feira (22) sobre a confusão durante audiência que discutiria as contas do governador Ricardo Coutinho (PSB). Hervázio disse que Raniery foi “infeliz” em ter escolhido o auditório da OAB para a reunião de ontem e de imediato recebeu o troco do peemedebista.


“Alí era desconfortável para todos nós. Era um fato anunciado, eu coloquei antecipadamente e ainda bem que não feriu pessoa. Raniery tem que assumir que ele errou e foi infeliz na escola do espaço que era um verdadeiro alçapão”, disse o líder do governo em debate na Rádio Arapuan FM.

Raniery Paulino rebateu Hervázio e disse que não foi o espaço físico cedido pela OAB que provocou a confusão que culminou com o encerramento da sessão. O parlamentar acusou o socialista de incitar a população para que as contas do governador não fossem discutidas.

“Assumo que a sugestão foi minha e faria novamente. Vai ser na OAB, na igreja universal porque não foi à estrutura. Poderia ser em um tatame e que eu respeitaria Hervázio do mesmo jeito”, disparou o legislador alegando que foi Hervázio Bezerra quem exortou através de vídeo na internet para que as pessoas fossem acompanhar a sessão.

“Eu faço essa discussão em qualquer lugar. Seja em um templo budista ou em um ringue. Mas não vou brigar com ele a qualquer momento. As prerrogativas da Assembleia de julgar as contas do governo devem ser preservadas”, afirmou. 


Roberto Targino - MaisPB