Grupo “Morais” dividido: Efraim quer ficar com Ricardo e Ademir pode seguir Cássio

Grupo “Morais” dividido: Efraim quer ficar com Ricardo e Ademir pode seguir Cássio

  Pela primeira vez o grupo “Bento de Morais”, que comanda há décadas a política nos cinco municípios que compõem o Vale do Sabugy, no Agreste paraibano, poderá divergir quanto à candidatura ao Governo do Estado. É que os seus principais líderes, os primos Efraim Morais (Democratas), ex-senador e ex-secretário de Estado da Infraestrutura e Ademir Morais (Democratas), atual prefeito de Santa Luzia, demonstram ter opções diferentes para governador, nas eleições de outubro.

Enquanto que Efraim ocupou um cargo Governo do Estado nos últimos três anos e já revelou publicamente que deverá continuar apoiando a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), Ademir aguarda a definição do Democratas – partido conduzido no Estado por Efraim -, mas, já aparece em eventos públicos ao lado do senador e possível pré-candidato ao Governo pelo PSDB, Cássio Cunha Lima.

Ademir esteve ao lado de Cássio no último dia 21 de março, em encontro regional do PSDB no município de Patos. “Fiz uma visita com Cássio ao mercado [Público de Patos] e mantemos uma relação amistosa”, confirmou o prefeito de Santa Luzia, em contato com o WSCOM Online.

Ademir Morais revelou ainda que aguarda a decisão oficial do Democratas quanto ao apoio nas próximas eleições, mas revela simpatia com a postulação tucana ao Governo do Estado. “Estou aguardando a decisão do partido e não quero criar dificuldade alguma. Não quero me precipitar quanto ao anuncio, mas, a tendência é essa [o apoio a Cássio]”, revelou.

Outra forte liderança política do município de Santa Luzia que já não esconde mais a simpatia pela candidatura do PSDB é o vice-prefeito Zezé, presidente municipal do PSD, partido do vice-governador Rômulo Gouveia. Ele também esteve ao lado de Cássio no último encontro tucano em Patos. “Estou aguardando o posicionamento do senador Efraim, mas também sou simpático à candidatura de Cássio”, disse.

O apoio integral do grupo “Bento de Morais” a Ricardo Coutinho parece mesmo que não vai continuar, pelo menos em Santa Luzia. Lideranças locais cobram abertamente do Executivo estadual o cumprimento de obras e ações firmadas com o município no Pacto Social de 2013. Entre elas, a reforma da Escola Ana Brito e a aquisição de equipamentos para a recém-inaugurada Policlínica Dr. Kival de Araújo Gorgônio, além da revitalização do açude velho, apoio ao tradicional São João da cidade e a implantação de um campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Ângelo Medeiros
WSCOM Online