Grupo de Operações Especiais (GOE) realiza mais de 90 prisões e apreende mais de 40 kg de drogas em 2014

Grupo de Operações Especiais (GOE) realiza mais de 90 prisões e apreende mais de 40 kg de drogas em 2014

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Grupo de Operações Especiais (GOE), realizou, no ano de 2014, 85 procedimentos de flagrante, 82 indiciamentos e efetuou 10 prisões por cumprimento de mandado. Todas as prisões foram de acusados de homicídios, crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas ocorridos na Paraíba. Os números foram revelados nesta segunda-feira (12) pelo delegado titular do GOE, Thiago Sandes.

Segundo o relatório, nos 12 meses do ano passado, foram apreendidos 35,3 quilos de maconha; 3,5 quilos de cocaína; dois quilos de crack; 337 unidades de extasy e 12 pontos de LSD.  O GOE ainda retirou de circulação 31 armas de fogo, sendo 21 revólveres calibre .38, três pistolas .380, duas espingardas calibre 12, dois rifles semiautomáticos, uma pistola 765, uma espingarda calibre 9.1 e uma submetralhadora .380.

Com relação às munições, foram 326 unidades apreendidas, de diversos calibres. No mesmo período, 14 motocicletas e dez carros foram apreendidos, juntamente com mais de R$ 49 mil.

Segundo Thiago Sandes, o GOE tem como atribuição investigar especialmente casos de crimes contra o patrimônio, mas age também em parceria com delegacias especializadas de Homicídios, Roubos e Furtos e Repressão a Entorpecentes. “Trabalhamos com roubos a banco, correspondentes bancários, sequestro, extorsão mediante sequestro, latrocínios e, de acordo com determinações da Delegacia Geral, atuamos ainda conjuntamente com outras especializadas, polícias dos estados do Nordeste e também Polícia Federal”, acrescentou.

No mês de dezembro de 2014, o grupo especializado foi responsável pelo desfecho de um dos mais emblemáticos casos de violência ocorridos no Estado: o assalto ao carro forte em João Pessoa comandado por uma quadrilha de Pernambuco.

 O assalto começou na casa do motorista de uma empresa de segurança no bairro do Alto do Mateus e o mesmo foi levado até o bairro de Manaíra, onde houve o desfecho com a abordagem de policiais ligados ao Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil da Paraíba.

Foram presos quatro assaltantes em Pernambuco. Com os bandidos foram encontrados R$ 816 mil que, segundo as investigações do GOE, foram roubados do carro-forte assaltado na capital paraibana. No total, os bandidos roubaram cerca de R$ 1,5 milhão da empresa de transporte de valores de João Pessoa.

 
 
 

Secom-PB